1 de junho de 2012


Espero um azul tranquilo, um voo alto e seguro
Uma brisa leve e sábia
Um mar por baixo de águas cristalinas e corais
Um tom claro e luminoso em cada madrugada
Um sopro de ânimo no rosto
Um aroma a flores
E aquele sabor a vida sorvido entre risos e bem-estar

                                             Jacinta Correia, Novembro de 2008,

3 comentários:

Nilson Barcelli disse...

E fazes bem esperar coisas que te façam feliz.
Beijo.

Nilson Barcelli disse...

Jacinta, querida amiga, não sei por onde andas, mas espero que o teu Natal tenha sido muito Feliz e desejo que o teu novo ano seja excelente.

Beijinhos.

Nilson Barcelli disse...

Sempre pensei que viria encontrar um poema teu...
Eu espero, não faz mal.
Jacinta, minha querida amiga, tem uma boa semana. E tudo de bom para ti.
Beijo.