13 de fevereiro de 2006

Love is in the air - and it hurts!!!

O amor anda no ar... não fosse amanhã o Dia dos Namorados. Esse sentimento avassalador que vem sem aviso prévio e toma conta dos nossos dias. Ou porque está tudo "em cima" e andamos "nas nuvens" ou porque, de repente, nos tiram o pára-quedas e caímos inevitavelmente desse estado fenomenal. O amor em si é sempre O AMOR - lindo, brilhante, caloroso, extraordinário, tocante, excêntrico, estrondoso... Mas magoa!!! Claro que se pararmos para pensar neste assunto, facilmente percebemos porquê. É que não nos atiraram uma rosa, nem um raio de sol ameno, nem uma brisa leve, nem um luar ténue, nada disso! Somos atingidos com uma seta! Por favor! Isto é uma violência. Eu acho que o Cupido deveria ser chamado à atenção. É que com a facilidade com que hoje se adquirem armas, um dia destes os apaixonados são atingidos a tiro de canhão. As entidades competentes que comecem a pensar seriamente em mudar as regras do jogo, que mandem o Cupido tirar um curso de boas maneiras para que as paixões não magoem. É suposto o AMOR ser suave, equilibrado e muito agradável. O pior é que, muitas vezes, os efeitos da seta do Cupido são retardados. Só muito mais tarde é que começa a dor. Pelo menos resolvam a questão do antídoto! Todos os apaixonados agradecem.

1 comentário:

lela disse...

Tens toda a razão!!! como os professores, o Cupido também se deveria "reciclar". é que num mundo cada vez mais "armado", isso torna-se perigoso. talvez abram algum curso para cupidos brevemente. Fico à espera...!!!!