8 de novembro de 2007



Acordo em cada manhã, muitas vezes irmã de uma noite menos bem dormida, e tento, sempre, olhar a vida como ela é: um bem precioso. Tenho sentido falta da minha "louca" alegria de viver, que esmoreceu, por força de algumas circunstâncias. Mas, penso, que se, por um lado, a vida é cheia de imperfeições e coisas menos boas, por outro, vou me dando conta também de que ela nos propicia a adaptação a novas situações - dia-a-dia aprendemos a (re)viver.

5 comentários:

Anónimo disse...

Querida amiga, felizmente que a vida é uma constante adaptação... é com alguma tristeza que verificamos que o que nos faz feliz hoje não são as mesmas coisas que nos faziam sorrir quando tinhamos 15 ou 20 anos... com a idade ficamos mais exigentes e sentimo-nos sempre insatisfeitos!
A necessidade de constante mudança e de plenitude faz parte da nossa condição de ser humano e de criatura racional, esse é o problema o Homem pensa demais e por vezes não vive o momento...
As fazes menos boas pelas quais passamos ao longo da nossa vida faz-nos crescer e amadurecer, por isso Jacinta força que logo melhores momentos virão!
Um beijo grande cheio de saudades e já sabes se precisares ... podes contar comigo.
LA

Anónimo disse...

Olá novamente... na mensagem anterior eu queria dizer fases e não o verbo (fazes)!!!! É o que faz estar a fazer várias coisas ao mesmo tempo ... se o patrão imagina que no meio das facturas, do envio de cotações e de confirmações de encomendas eu aproveito para "bloggar"....!!!!

Cristina disse...

Olá!

Apesar de tudo, AMEI o verbo (RE)viver, porque ele é sempre bem melhor que SOBREVIVER!

Continua a viver, a ultrapassar os obstáculos que a vida nos levanta e a correr a tua jornada e alcançarás vitória!

Beijo.

Boa semana.

Anónimo disse...

Olá amiga!
A vida é mesmo assim, nem sempre conseguimos estar de cara alegre, no entanto não devemos esmorecer. Acredita que melhores dias hão-de vir. Sabes, nestes longos anos desta minha curta existência aprendi que tudo tem uma razão de ser. É como se costuma dizer "Deus escreve certo por linhas tortas". Acredita que é verdade, sei por experiência. Sabes tudo isto vai-te fazer valorizar as pequenas coisas do dia-a-dia, vai fazer com que acredites que a nossa passagem por este mundo tem um sentido. Vais crescer, ainda mais, como se isso fosse possível, como ser humano.
Muita força!
Se precisares...
Beijinhos
AB

Å®t Øf £övë disse...

Jacinta,
A vida é como é, e infelizmente não é perfeita. Por isso há que saber ir vivendo.
Bjs.