31 de agosto de 2006

Sete dias para a eternidade


Sete dias para a Eternidade de Marc Levy. A insuperável força do amor mostrada até ao extremo. Não resisto a deixar aqui um excerto do livro. Trata-se de uma carta de amor que o demónio(Lucas) escreve ao anjo (Zofia).

“o acaso é a forma que Deus tem de passar despercebido” Jean Cocteau
Deus e Lúcifer num braço-de-ferro final.
O mais angélico dos anjos e o mais demoníaco dos demónios são postos em cena para o derradeiro desafio.
Em apenas sete dias, joga-se o destino da humanidade.
Mas nem Deus nem Lúcifer poderiam prever o que resultaria de um encontro entre um anjo e um demónio…
O livro está carregado de simbologia, que encontramos a cada parágrafo que lemos. Na minha opinião, vale cada minuto que lhe dedicamos. Espero que o excerto vos desperte a curiosidade e, se assim for, boa leitura.

Zofia,
Vejo-te a dormir e, Deus, como tu és bela! Voltas-te nesta última noite a tremer, aperto-te de encontro a mim, coloco o meu casaco por cima de ti, desejaria poder colocar um sobre todos os teus invernos. O teu semblante está tranquilo, acaricio a tua face e, pela primeira vez na minha existência, estou triste e feliz ao mesmo tempo.
É o fim do nosso momento, o princípio de uma recordação que, para mim, durará pela eternidade. Havia em cada um de nós tanto de realizado e tanto de inacabado quando estávamos juntos!
Partirei ao romper do dia, afastar-me-ei passo a passo, para aproveitar ainda cada segundo de ti, até ao último instante. Desaparecerei atrás desta árvore para me submeter à razão do pior. deixando-os abater-me, anunciaremos a vitória dos teus e eles perdoar-te-ão, sejam quais forem as ofensas. Volta, meu amor, volta a essa casa que é a tua e que tem tudo a ver contigo. Gostaria de tocar as paredes da tua morada com cheiro a sal, ver das tuas janelas as manhãs romperem em horizontes que não conheço, mas que sei que são os teus. Conseguiste o impossível, mudaste uma parte de mim. Desejaria que a partir de agora o teu corpo me cobrisse e nunca mais visse a luz do mundo a não ser pelo prisma dos teus olhos.
Onde tu não existes, eu não existo. As nossas mãos juntas inventavam uma de dez dedos; a tua ao pousar em mim passava a ser minha, de tal modo que quando os teus olhos se fechavam, eu adormecia.
Não fiques triste, ninguém poderá roubar as nossas recordações. Daqui em diante, basta-me cerrar as pálpebras para te ver, deixar de respirar para sentir o teu cheiro, enfrentar o vento para adivinhar o teu hálito. Agora escuta: onde quer que esteja, ouvirei as tuas gargalhadas, verei os sorrisos nos teus olhos, ouvirei os sons da tua voz. Saber simplesmente que tu estás nalgum sítio nesta terra será, no meu inferno, o meu cantinho de paraíso.
És o meu Bachert,
Amo-te
Lucas

9 comentários:

.: Pedro's Blog! :. disse...

Excelente excerto, de certeza que a "Zofia" "derreteu-se" toda ao ler estas palavras, não era para menos.

Ígor Lopes disse...

Excelente. Beijos

Andrea disse...

ja estou a mais de 2 meses a espera do livroo....
e kada vex o keru ler mais..lol

zeste feliz disse...

OI Jacinta! Estava a procura de comentários sobre este livro do Marc Levy e encontrei teu blog. É que estou lendo agora e queria ver algumas críticas antes da começar história esquentar... Sabe, gosto deste autor porque suas histórias são leves e agradáveis. Acho que precisamos de literatura otimista, apaixonada e com uma reconstrução de valores para nossa sociedade, que muda tanto! Estou sempre à caça de livros e fico impressionado com a quantidade imensa de textos pessismistas, melancólicos e até mesmo depressivos; Não sei se você concorda comigo, mas de todo modo, se vc conhecer autores "do bem" rs por favor indique-me! Bjs ;)

Jacinta Correia disse...

Gostava zeste mas não consigo entrar no teu blog. Obgda pela visita.Bj

Anónimo disse...

Esse livro é muuuito bom assim como todos dele (Marc Levy)são, emocionantes, engraçados e perturbadores...uma leitura que emociona...
indico cada obra do autor:

E se fosse verdade
Encontrar você
Sete dias para uma eternidade
Onde você está?
De Repente

Aldo

Gell disse...

Adorei teu blog lindo lindo!! estou te seguindo ok? bjus

Fabrizia Mexia disse...

O livro que eu mais quis ler dele e o que menos gostei. E achei o final pavoroso!
Sabiam que tem uma HQ?
mas hey, se ainda assim quiserem ler, é á vossa conta e risco... aconselho que deem uma olhada primeiro (aqui por exemplo: http://portugues.free-ebooks.net/ebook/Sete-Dias-Para-Uma-Eternidade), e depois sim se acham que vale a pena, compram... quem vos avisa amiga é!

Jacinta Costa disse...

Este livro atraiu-me pela sinopse. Também nunca li nada do autor e estou precisamente a pensar em começar com este livro. Espero não me desiludir. Acho que vou iniciar-me aqui: http://portugues.free-ebooks.net/ebook/Sete-Dias-Para-Uma-Eternidade

se gostar, logo compro! :P